Representantes do governo conhecem boas práticas industriais em redução de gases de efeito estufa

22/08/2018
Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

 

Projeto Conhecendo a Indústria, realizado em Minas Gerais, mostrou a importância da troca de experiências para elaboração de políticas públicas

Foto: Divulgação / LafargeHolcim
Da Agência CNI de Notícias

Vinte e quatro representantes de governo e do setor industrial estiveram nas empresas LafargeHolcim Brasil, fabricante de cimento, e Sigma, que fabrica blocos de concreto, na Grande Belo Horizonte (MG). A iniciativa Conhecendo a Indústria, realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) nos dias 16 e 17 de agosto, teve o objetivo de mostrar a rotina e os processos ambientalmente sustentáveis desses segmentos industriais.

O tema dessa edição do projeto foi Mudança Climática. De acordo com o gerente-executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade da CNI, Davi Bomtempo, um dos principais desafios das indústrias para o avanço da economia de baixo carbono é o reaproveitamento de resíduos para a geração de energia. “Temos alguns entraves que impedem que esse tipo de processo seja plenamente viável e competitivo”, afirmou.

Visitantes conheceram processos industriais na fabricante de cimentos Lafarge-Holcim

Os visitantes conheceram desde o processo de mineração, produção de cimento e de blocos de concreto a preparação de resíduos para aplicação como combustível alternativo na geração de energia. A Resolução 264/99 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que define procedimentos, critérios e aspectos técnicos para o coprocessamento de resíduos em fornos rotativos de clínquer para a fabricação de cimento, esteve entre os temas prioritários do encontro.

“Isso impulsionará novos negócios a partir da utilização do Combustível Derivado de Resíduos (CDR), que podem resultar na redução de emissões de Gases de Efeito Estufa”, comentou o gerente de Relações Institucionais da ABCP, Mário William Esper. O diretor industrial da LafargeHolcim Brasil, Adrianno Arantes, ressaltou a importância do compartilhamento dos conhecimentos sobre o tema de sustentabilidade da indústria de cimento não só para atender aos compromissos internacionais assumidos pela operação no Brasil, mas também para estarmos em linha com as boas práticas do setor. “Esta é uma boa oportunidade para aproximar a indústria e o governo em prol do desenvolvimento sustentável.”

Para o diretor comercial da empresa Bloco Sigma e presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos de Cimento do Estado de Minas Gerais, Lúcio Silva, é fundamental apresentar os gargalos enfrentados no dia a dia do setor aos entes governamentais e o esforço contínuo do setor industrial por melhorias em produtos e processos, inclusive a participação no Programa Setorial de Qualidade (PSQ) e atendimento aos requisitos ambientais. O grupo do projeto Conhecendo a Indústria visitou ainda o Centro de Inovação e Tecnologia do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Lá, eles puderam conhecer o que o Sistema pode oferece nas áreas de tecnologia e inovação para as indústrias.

Para o vice-presidente da FIEMG e presidente do Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado de Minas Gerais, Mário Campos, iniciativas como o Conhecendo a Indústria são importantes para apresentar a realidade do setor industrial aos formuladores de políticas públicas. “Quando se abrem as portas das indústrias, eles adquirem conhecimento que serão utilizados na tomada de decisão, fazendo com que sejam mais rápidas e a favor do desenvolvimento pleno do país”, refletiu.

  • Foto: ABCP MG
  • Foto: ABCP MG