Produtividade em estruturas de concreto no Polo de BH

09/12/2010
Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Um dos grandes desafios encontrados pelas construtoras, para garantir lugar no mercado aquecido da construção, é melhorar o índice de produtividade das obras. Esta necessidade, estudada pela coordenação do Polo de Belo Horizonte da Comunidade da Construção, se transformou em ação organizada de medição e estudo dos índices de produtividade no grupo de trabalho em Estruturas de Concreto.

O trabalho consta de treinamentos teóricos e práticos, com visitas técnicas e apresentação de estudo de casos, a partir dos quais os participantes podem vivenciar a realidade das obras e construir um modelo adequado à necessidade dos canteiros de obras.

De acordo com o professor doutor Ubiraci Espinelli Lemes de Souza, contratado para ministrar os treinamentos, para desenvolver índices ideais de produtividade nas obras é imprescindível medir os níveis atuais para, assim, entender o que precisa ser melhorado.

Liderado pelo engenheiro Roberto Barella Filho, o Grupo de Trabalho em Estruturas de Concreto (GTEC) já passou por dois dias de treinamento, em outubro com ênfase em concreto, e conta com suporte para medição dos dados de obras indicadas que serão, posteriormente, analisados pelo grupo. Para Barella “com o trabalho que será realizado, teremos como comparar os indicadores de vários empreendimentos e analisar que decisões devem ser tomadas para a melhoria desses indicadores”.

Mais:
Estão programados para dezembro, ainda nesta etapa de trabalho, treinamentos, encontros e visitas técnicas para aperfeiçoar o tema produtividade em estruturas de concreto com ênfase em formas.