ABCP: bases concretas para o meio universitário « - Portal ABCP – Associação Brasileira de Cimento Portland
Tamanho do texto ou
30/09/2010

ABCP: bases concretas para o meio universitário

O Brasil é um país edificado em concreto, fruto de profissionais da arquitetura e engenharia que ao longo dos anos vêm se apaixonando pelo material, o que leva ao conhecimento cada vez maior do produto e ao hábito de aplicá-lo. Essa realidade faz com que muitas vezes, pelas mãos desses mesmos profissionais consagrados, os estudantes de graduação de áreas ligadas à construção civil recebam nos bancos universitários formação e informação sobre os sistemas construtivos que o emprega.

A Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) está presente nas entidades de ensino ministrando palestras em semanas estudandis, auxiliando na difusão do conhecimento, ou atendendo pelo acervo de sua biblioteca e pelos seus serviços laboratoriais, aos estudantes de graduação e de pós-graduação no desenvolvimento de seus estudos e pesquisas.

O compromisso da ABCP é que a qualidade dessa informação seja a melhor e mais completa possível, em se tratando dos diversos sistemas à base de cimento, como pavimento de concreto, alvenaria de vedação e estrutural com blocos de concreto, pisos intertravados, pré-fabricados de concreto, entre outros, que vem exigindo a cada dia, mais jovens profissionais que os conheçam. Para que os alunos recebam o necessário conhecimento sobre as tecnologias mencionadas e acima de tudo ajudar as escolas e seu corpo docente, a ABCP estruturou em 2008 o Projeto Universidades.

O projeto interage de modo sistêmico e oficial com as entidades de ensino técnico e superior, oferecendo atualização e material didático aos professores, para que eles sejam os veículos de transmissão das tecnologias à base de cimento aos alunos, por intermédio de disciplinas obrigatórias ou optativas.

Há diversos modos de interagir com as universidades e todos são analisados e – se possível – adotados, de acordo com disponibilidade física e financeira da proposta. Entretanto, a inclusão dos sistemas construtivos à base de cimento nas disciplinas curriculares é a forma mais segura para que todos os alunos tenham contato com esses sistemas.

Diversas escolas do entorno dos escritórios regionais da ABCP já conheceram o projeto e com ele interagem. Algumas delas incorporaram os sistemas construtivos à base de cimento em disciplinas já existentes, ou criando disciplinas próprias e/ou cursos complementares (ver quadro).

As mais recentes escolas que se incorporaram ao projeto foram a Universidade do Estado da Bahia (Uneb), assinando o protocolo de intenções no 1º semestre de 2010, e o Centro Acadêmico Belas Artes, Escola de Arquitetura, que elaborou um curso de extensão de 250 horas, reunindo 5 diferentes materiais de construção e entregando a cada um deles 50 horas para apresentar as melhores práticas e tecnologias de aplicação do insumo.


Escolas que já incorporaram tecnologias à base de cimento


ABCP e ABENGE

A ABCP tem tomado parte dos Congressos Brasileiro de Educação em Engenharia (Cobenge’s), promovidos pela Associação Brasileira de Educação em Engenharia (Abenge), para apresentar aos professores e dirigentes acadêmicos o projeto.

Enviar para um amigo Imprimir
Todos os direitos reservados.
Associação Brasileira de Cimento Portland © 2009
SAC - LIGUE GRÁTIS 0800-0555776