PERGUNTAS FREQUENTES
Tamanho do texto ou

PERGUNTAS FREQUENTES

Concreto
- Quais os cuidados necessários na coleta do concreto, na moldagem do corpo de prova, transporte e armazenamento?

 A coleta de amostras de concreto fresco deve ser realizada conforme estabelece a ABNT NBR NM 33, para que seja representativa do lote em análise. Essa Norma estabelece que as amostras devem ser tomadas do terço médio da betonada (quantidade de concreto preparado em uma betoneira ou caminhão-betoneira), de forma a evitar alguma heterogeneidade do início ou final da descarga do material.

 

Para as operações de moldagem dos corpos-de-prova a serem submetidos ao ensaio de ruptura, seu transporte, armazenamento e ruptura à compressão, devem ser seguidas as prescrições das normas ABNT NBR 5738 e ABNT NBR 5739.

 

A norma de moldagem determina que o diâmetro do corpo-de-prova cilíndrico deve ser igual ou maior a quatro vezes a dimensão máxima característica do agregado graúdo utilizado, ou seja, quando for usado agregado maior do que 25 mm, não se deve empregar moldes cilíndricos de 10 cm x 20 cm, mas sim moldes de 15 cm x 30 cm. As formas devem ser estanques e ter suas dimensões e configuração geométrica conforme as exigências estabelecidas nesse documento.

 

Nas primeiras idades, os corpos-de-prova devem ficar em local abrigado de intempéries e não devem ser submetidos a nenhum tipo de vibração, impacto ou outra solicitação que possa gerar imperfeições em sua estrutura. Vale salientar que os corpos-de-prova devem permanecer nas formas até no máximo a idade de 48 h.

 

É fundamental que o transporte dos corpos-de-prova até o laboratório de ensaios seja realizado de forma racional, sem submeter o concreto ainda jovem a condições desfavoráveis que possam interferir em sua integridade. A Norma recomenda o uso de caixas com areia ou materiais que diminuam a possibilidade de choques e evitem a perda de umidade dos corpos-de-prova.

 

Após a desforma, os corpos-de-prova devem ser mantidos em câmara úmida, com umidade relativa de 95% e temperatura de laboratório (23 ± 2)ºC até o momento do ensaio, que deve ser realizado em prensa classe 1 (conforme a ABNT NBR NM ISO 7500-1) calibrada na escala que será utilizada no ensaio de ruptura prescrito pela ABNT NBR 5739.

Outras perguntas
  Enviar para um amigo Imprimir
Todos os direitos reservados.
Associação Brasileira de Cimento Portland © 2009
SAC - LIGUE GRÁTIS 0800-0555776